Quer transformar o seu iPhone numa máquina fotográfica? Então veja esta solução que vem com caixa e objectivas intermutáveis.


Quem me conhece sabe que utilizo Android em vez de iPhone, mas tenho um Mac ao lado do PC. São, para mim, dois mundos diferentes: adoro o Mac mas abomino o iOS e tudo o que lhe esteja associado (principalmente o inenarrável iTunes) mas também sou homenzinho para apontar todo um mundo de acessórios para o iPhone que, sinceramente, invejo.

Demorei uma eternidade a conseguir um iPhone emprestado para analisar e testar uma série de produtos que o entusiasta Jorge Sousa importa e distribui em Portugal através da sua Incredible Gadget. A ele, desde já, peço desculpa pelos meses, sim, meses de atraso no publicar desta análise.

Agora há que arrepiar caminho, pois tenho mais ítems em caixa, e começo já com um conjunto de acessórios da BitPlay. São “capas fotográficas”, ou seja, toda uma protecção que envolve o iPhone e que lhe confere “super poderes” fotográficos.

Análise BitPlay snap-pro

A SNAP! Pro surge aqui em cor branca, assim como o punho extra. A caixa tem também uma chave de parafusos e, aqui é que está a dinâmica da coisa, uma lente grande angular e outra Macro (uma encaixa na outra para facilitar a arrumação e transporte).

O segundo conjunto, a SNAP! Pro Premium, está em preto, tem dois punhos para escolher (um a imitar madeira), mais alguns acessórios e está acompanhado pelo mesmo conjunto óptico.

A vantagem deste sistema é podermos ir comprando mais e mais lentes, como por exemplo a Telephoto e a Fisheye que também me foram cedidas.

Tudo isto faz sentido para o fotógrafo criativo que alia a boa câmara do iPhone a um conjunto de objectivas físicas que vão abrilhantar os resultados. Ou, pelo menos, oferecer todo um conjunto de opções técnicas difíceis de conseguir com aplicações digitais.

Análise BitPlay snap-pro

Como capas que são, é muito fácil colocá-las no telefone (que, neste caso tem de ser um 6 ou um 6S). A primeira vantagem é o peso acrescido e a sensação de segurança reforçada. Gosto de ter algum peso na mão quando tiro uma fotografia pois obriga-me a pensar no que estou a fazer e ter mais calma para obter o resultado pretendido. Quantas vezes não cliquei no obturador do ecrã do smartphone e virei as costas ao assunto com tanta rapidez que fiquei com um resultado tecnicamente absurdo? Pois deste modo e também como reforço psicológico, sei que fico a olhar para o objecto até ao final da operação.

O botão físico, ou seja, o obturador, está bem colocado (por cima das teclas de volume do 6/6S) e é de acesso rápido quando usamos o punho extra (que tem de ser aparafusado à capa), punho que também ajuda o equilíbrio do telefone e à sua maior estabilidade. Existe também uma pequena peça de plástico que se monta por cima do ecrã do telemóvel para pousarmos o polegar. Podem rir, mas dá um jeitão!

Perguntam agora se somos obrigados a andar com um volume maior no bolso devido a este acessório. Não se preocupem: podemos trocar o punho pela solução “flat” que até vem montada de fábrica. Sendo assim, e retirando a objectiva (que também é minúscula), a capa funciona apenas como protecção (da boa) para o tão amado iPhone.

A Snap Pro tem outra vantagem que passa pela rosca integrada na caixa, perfeita e pensada para ser usada com um qualquer tripé, o que lhe garante ainda mais praticabilidade para o que queremos fazer.

Não vou mentir, não é uma caixa fina e dá nas vistas, mas trata-se de uma solução que combina robustez com funcionalidade. E como poderíamos montar objectivas num iPhone e montar num tripé de forma simples e rápida?

Análise BitPlay snap-pro

Como em tudo, também existe uma App, aqui denominada simplesmente por SNAP! Pro App. É bastante gráfica e até um tanto ou quanto infantil, com ícones enormes e de imediata compreensão. As vantagens? Escolher alguns parâmetros como o ISO, a exposição, o equilíbrio dos brancos e até filtros criativos. Também nos dá acesso a modos (Auto, Manual, Custom 1 e 2), permite alterar várias das funções do próprio iPhone, como o geotagging, o tamanho da imagem, a qualidade e o estabilizador, assim como ainda tem um programa básico de edição para recortes e ligeiros melhoramentos.

Mas não se assustem, podemos usar as ferramentas nativas da Apple, algumas delas muito completas e quase estúdios profissionais.

Análise BitPlay snap-pro

Vale a pena comprar todo o conjunto?
Bom, se levaram a fotografia criativa a sério, sim. Mas se forem daqueles gurus que discutem qual é a melhor câmara de telemóvel, então não. As vantagens não são assim tão grandes e temos as distorções que o tamanho físico e a qualidade das objectivas provocam, se bem que possam sempre ser editadas.

De qualquer forma, é uma solução prática, robusta (até um pouco demais quando colocamos as objectivas), oferece um campo alargado em termos criativos e é leve e transportável. Façam o favor e experimentem, pois pode ser a solução que procuravam!

O kit Premium (a versão em preto) custa 106€ mas para mais preços e outras soluções, dêem um pulinho à loja Incredible Gadget. Vão ficar muito entusiasmados!

Ou falem com o Jorge Sousa por aqui https://www.facebook.com/Incrediblegadget.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga o VoiceBox

QUAL O MELHOR SMARTWATCH 2017?

A ESTREIA EM DUAS RODAS

Vídeo da semana