Este Starter Kit é mais que suficiente para a moderna vida online e os seus múltiplos devices sempre conectados. O módulo WiFi possibilita estender a capacidade do sinal transmitido pelo modem da operadora, e o sistema garante uma performance de grande estabilidade.

 

dLAN-550-WiFi-productpicture--xl-3828

Já vos falei várias vezes sobre os produtos devolo e a tecnologia Powerline e não escondo que sou fã e utilizador dos mesmos. Considero-me bem servido com o domicílio a trabalhar em rede e de uma forma muito escorreita, mas há sempre curiosidade para perceber as novidades da marca. Eis que chega a hora da renovação de um “clássico” da marca na forma de um novo kit de entrada Devolo dLan 550 WiFi, um conjunto mais em conta para quem se inicia nestas lides ou para quem deseja ampliar a sua rede doméstica sem usar cabos.

Se seguem e conhecem este tipo de produtos, podem passar à frente da rápida explicação de como funciona esta tecnologia: basta ligar o módulo principal directamente a uma tomada eléctrica, conectar o cabo LAN (vem junto) do módulo ao modem, e já temos a primeira fase concluida. De seguida, basta ligar o módulo WiFi à tomada eléctrica da divisão (corredor, hall, garagem) para conectá-lo em rede e aumentar o sinal onde chegava com muita dificuldade (ou nem chegava). Convem fazer o download e instalação no computador (ou tablet) do devolo Cockpit para poder, com grande facilidade, escrever o código de cada módulo ou até mesmo alterar a designação (devolo cozinha, devolo quarto, etc.). Este cockpit é muito fácil de perceber e operar e é através dele que até podemos resolver alguns problemas técnicos como funções bem simples e automáticas como a instalação de upgrades.

Este kit 550 Wifi tenta ocupar o lugar da primeira versão (data de 2013). Mas será que vale a pena gastar o dinheiro extra, pois a anterior está um pouco mais barata? Na minha opinião, sim. E por dois motivos: o primeiro tem a ver com a velocidade de transmissão que de 150 passa para 300Mbps, ou seja, duplica. E como se não bastasse, podemos tentar ligação do nosso equipamento ao módulo WiFi se estivermos muito mais longe, pois passou dos 300 aos 400 metros. Claro que estas medidas têm sempre a ver com situações ideais, sem obstáculos de maior (como paredes grossas, etc.). De qualquer forma, é um incremento fantástico e cuja diferença de preço se situa nos 20€.

Toda esta velocidade tem também e sempre a ver com a qualidade da nossa instalação eléctrica. Não há lugar para magia e cabos velhos e gastos pioram sobremaneira os resultados. Para evitar este tipo de “nuances”, faço sempre a experiência em casa, onde tenho uma instalação com menos de 10 anos, velocidade “fibra” de um operador e dois andares para perceber a força do sinal. Consegui chegar aos 480/500Mbps com este kit directamente ligado à rede, sem grandes flutuações e não foi dificil ainda apanhar rede fora do prédio, através do smartphone. Contudo, 10 metros depois, deixei de tê-lo. Convem dar uma explicação: o modem está num sotão, virado para as traseiras, dentro de um móvel e com mobiliário diverso, mais as paredes a criarem um sem número de obstáculos. O facto de poder ver os emails na rua é já bastante bom.

O módulo principal tem agora uma tomada “pass-trough” e entrada LAN dupla, o que permite ligar-lhe um equipamento e poupar uma tomada eléctrica. Este módulo também garante mais estabilidade na corrente, mas confesso que não possuo instrumentos de precisão para concluir este tipo de medições.

dLAN-550-WiFi-wifi-l-3815

O módulo WiFi tem uma conexão LAN que permite ligá-lo a um equipamento para além de continuar a trabalhar em modo wireless, ou seja, um dois em um bastante útil e que pode ser perfeito para, por exemplo, o quarto dos júniores: liga-se à consola de jogos através do cabo, pois elas agora trabalham cada vez mais com downloads de títulos e desafios online, ao mesmo tempo que o sinal sem fios alimenta os tablets e os laptops onde se fazem os TPC (e outras coisas que a internet permite).

Dados mais técnicos mostram o apreço da germânica devolo pela segurança dos seus utilizadores e este pack tem uma encriptação contra acessos não autorizados, através do protocolo de segurança WPA e encriptação AES a 128 bits.

Para evitar confusões na duplicação das redes domésticas, o que acontece quando se acumula serviços e equipamentos, a função WiFi Clone (com WiFi Move), liga automaticamente qualquer módulo devolo à rede existente, transferindo os dados de configuração de modo automático ou manualmente através da tecla WPS.

Resumindo, este pack é perfeito para quem tem uma ligação até 500Mbps, o que acontece na maior parte dos domicílios, e é mais que suficiente para a vida online e para todas as necessidades actuais. O módulo WiFi possibilita estender a capacidade do sinal transmitido pelo modem da operadora e o sistema garante uma performance de grande estabilidade. O preço paga a qualidade dos produtos desta marca e este Starter Kit é uma proposta coerente e honesta.

PVP devolo Starter kit 550 WiFi: 119,90€

 

 

 

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Análises – reviews

Breves

Siga o VoiceBox, um blogue de João Gata