Uma solução completa para obter resultados fiáveis, de elevada qualidade e precisão, gerando poucos resíduos e com possibilidade de escalar a produção


Portugal é um país têxtil. Somos muito bons nessa área de importância vital para a saúde económica do território e, se bem que os anos após o virar do milénio tenham sido devastadores, algumas áreas de negócio estão a conhecer um enorme fulgor e a reconquistar mercados.

A importância da tecnologia é, como sabemos, cada vez mais importante e este sector não lhe é alheio, pois sempre conjugou o trabalho manual com a grande engenharia para conseguir satisfazer as necessidades da produção.

Um dos sectores que mais tem avançado é a impressão sobre têxtil. Ainda relembro a viagem que fiz a uma recente Photokina e ter ficado embasbacado com o que consegui apreciar tanto visual como tactilmente. É que as impressões sentem-se, têm relevo vário, tanto quanto a do material impresso, todo um novo mundo de possibilidades extraordinárias que se abre aos criadores de moda como aos industriais da mesma.

Lisboa teve recentemente a sua FIL cheia destas novidades, como toda a indústria a marcar presença no que respeita às últimas novidades, materiais, soluções e potenciais novos mercados.

A Epson, como não poderia deixar de ser, marcou forte presença e aproveitou o certame para anunciar o novo software Edge Print RIP, desenvolvido para as impressoras têxteis da Série F da marca. O software está incluído na nova gama de impressoras Epson, com o objectivo de ajudar o utilizador a obter, de forma rápida, impressões de desempenho elevado, com a ajuda da tecnologia Adobe PS, para processar dados Post Script em vários formatos de ficheiro.

Compatível com Windows, o Edge Print RIP tem uma configuração simples, sem necessidade de utilizar um dongle, e permite aos utilizadores gerirem até quatro impressoras com um sistema simples de gestão de ficheiros, controlo de cor e de granulosidade, repetição de passos e nesting.

O Epson Edge Print ajuda os clientes a obterem a melhor qualidade possível, através da tecnologia Precision Dot, que selecciona os tamanhos de gotícula e os padrões de granulosidade ideais, combinando três tecnologias Epson fundamentais: Half Tone Module, LUT (tabelas de referência) e Micro Weave. Utilizado num amplo conjunto de gamas Epson, com a finalidade de maximizar a gama cromática, cria gradações suaves, oferece uniformidade de cores em diferentes condições de iluminação e reduz a granulosidade.

O Edge Print funciona ainda em conjunto com outras ferramentas da Epson, incluindo a LFP Accounting Tool. O Epson Control Dashboard, integrado no software, permite aos clientes saber o estado da impressora e descarregar a configuração de impressão da biblioteca de suportes da Epson para um suporte de dados e enviá-la directamente para a impressora.

Para conseguir impressões de alta qualidade, o cliente deve definir parâmetros de impressão. Para ajudar neste processo, a Epson preparou configurações validadas no software Edge Print, incluindo perfis ICC, que se podem descarregar da cloud”, explica Neil Greenhalgh, Director de produtos para têxtil da Epson Europe. “Em conjunto com a nossa ferramenta LFP Accounting Tool, o utilizador poderá também calcular o valor de cada impressão em função do consumo de tinta e de papel, o que permite ter uma maior noção do consumo e um melhor fornecimento em cada encomenda. É uma solução completa, que permite obter resultados fiáveis, de elevada qualidade e precisão, gerando poucos resíduos e tendo possibilidade de escalar a produção, impulsionando o negócio a acelerar a produção”, conclui.

Inicialmente integrado na SC-F9300, a nova versão do software RIP, que será lançada este mês de Março, será também compatível com a gama de impressoras de sublimação de tinta da Epson (SC-F6200, SC-F7200 SC-F9200) e será fornecida com todos os novos equipamentos. Está ainda disponível como opção adicional para os proprietários actuais destas impressoras.

O Epson Edge Print estará disponível a partir de Março de 2018.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Analista ao volante do novo Mercedes Classe A

Análises – reviews

Breves

Siga o VoiceBox, um blogue de João Gata