Kaspersky

Um estudo realizado pela Kaspersky Lab revelou que as pessoas ainda são descuidadas e partilham informações pessoais na web. Segundo as conclusões do estudo, 28% dos inquiridos partilham dados confidenciais involuntariamente, enquanto 16% divulgam os seus segredos voluntariamente – mesmo que essas informações lhes possam custar um relacionamento ou um emprego.

Na pesquisa, realizada em colaboração com a B2B International, foram entrevistadas mais de 12 mil pessoas em todo o mundo e os resultados mostram que muitos arriscam partilhar dados pessoais no perigoso ambiente virtual.

A partilha inclui fotos de si mesmos (45%), contactos (42%), fotos de outras pessoas (32%), dados pessoais sigilosos (30%) e informações empresariais (20%). Além disso, e o mais importante: uma em cada seis pessoas já partilhou segredos íntimos (16%), 9% divulgaram informações privadas de outra pessoa e 8% partilharam dados financeiros confidenciais.

Isso ocorre apesar de metade dos inquiridos se preocupar muito com o impacto negativo da divulgação dessas informações, tanto em termos financeiros como emocionais: um terço das pessoas afirmou temer possíveis danos nas suas relações pessoais, assim como envergonhar ou ofender alguém pelas divulgações, e 15% têm medo de prejudicar a sua carreira por conta disso.

Em muitos casos, essa preocupação é justificada, já que 28% admitiram ter partilhado dados confidenciais sem querer e 10% passaram por algum sofrimento em consequência desse acto. Dos que foram prejudicados, as consequências incluem a perda de amigos (20%), o bullying (17%), prejuízos financeiros (15%), o fim de um relacionamento (13%) e a sua demissão no trabalho (13%).

No entanto, 13% das pessoas ainda não tomam qualquer tipo de precaução para manter as suas actividades online e informações seguras. Apenas quatro em cada dez entrevistados mantêm as interacções com familiares e amigos separadas de outras actividades – como as profissionais. E menos de metade (39%) verificam todas suas mensagens e posts antes de publicá-los.

O estudo também mostrou que as bebidas alcoólicas e o estado emocional interferem nas decisões de partilhar algo online. Um quarto dos entrevistados tenta evitar o envio ou partilha de informações depois de ingerir álcool, enquanto 29%, movidos pela culpa e vergonha, optam pela medida ineficiente de apagar apressadamente o seu histórico online depois de partilhar algo indevidamente.

Para saber o seu grau de ciber-inteligência pode visitar:

https://blog.kaspersky.com/cyber-savvy-quiz/

Mais conselhos sobre o comportamento online seguro em:

https://blog.kaspersky.com/tag/cybersavvy

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Análises – reviews

Breves

Siga o VoiceBox, um blogue de João Gata