Gostam das aventuras da Piper e da Alex em Orange is the New Black? Então estão com sorte (mais ou menos) pois os novos episódios foram colocados online por um hacker que pediu um resgate à produtora e viu “sopa”.

Mas a notícia não tem a ver com as raparigas aprisionadas mas sim com a nova série GLOW que é produzida pela mesma gente. E isso, meus amigos, é assinatura de perstígio.

A estreia está marcada em exclusivo na Netflix para 23 de Junho a nível mundial.

Inspirado na curta mas muito amada série homónina de televisão dos anos 80, GLOW conta a história ficcionada de Ruth Wilder (Alison Brie), uma actriz desempregada, mas lutadora, que vive em Los Angeles na década de 1980 e encontra no mundo do wrestling feminino, a sua derradeira hipótese de estrelato.

Além de 12 outras renegadas de Hollywood, Ruth tem ainda que competir com Debbie Eagan (Betty Gilpin), uma antiga actriz de novelas que tinha deixado o trabalho para ser mãe, mas que é obrigada a regressar ao mundo artístico, quando a vida aparentemente perfeita afinal não é o que parece.

A liderar esta equipa está Sam Sylvia (Marc Maron) um realizador de filmes de segunda categoria que agora vai conduzir este grupo de mulheres no seu caminho para o estrelato do wrestling.

A série GLOW foi criada por Liz Flahive (Homeland, Nurse Jackie) e Carly Mensch (Nurse Jackie, Orange Is The New Black, Weeds), sendo também produtoras executivas em conjunto com Jenji Kohan, a criadora de Orange Is the New Black, e Tara Herrmann. GLOW estreia mundialmente na Netflix a 23 de junho.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga o VoiceBox

QUAL O MELHOR SMARTWATCH 2017?

A ESTREIA EM DUAS RODAS

Vídeo da semana