É artificialmente inteligente, promete o futuro hoje mesmo e vai ser lançado com preços abaixo da concorrência directa


Chegaram com bateria de 4000mAh, ecrã com 5,9″ e formato 16×9 no Mate 10, 6″ e formato 18×9 no 10 Pro, 2,2mm (mesmo com sensor biométrico na frente) e 3.0mm de espessura respectivamente, one tap rapid unlock em apenas 0,33 seg e ecrãs 2K com qualidade SDR e HDR. E pelo que parece, chegaram, viram e conquistaram!

Com design simétrico e uma lista de cor diferente no painel traseiro que acompanha a secção das objectivas e sensores, o corpo é feito em alumínio e vidro (até lhe chamam “luxurious glass”) em multi camadas para reforçar a durabilidade, apresentando uma ligeira curvatura no painel traseiro tal como encontramos no Mate 9.

Huawei Mate 10 em Munique

O Mate 10 Pro tem quatro cores muito apelativas. Que tal um Titanium Grey, ou um Mocha Brown (unidade que trouxe para análise), um espectacular Midnight Blue ou um mais feminino Pink gold?
O Mate 10 apresenta-se sob a vestes de um Champanhe Gold, o sempre clássico Black, para além do Mocha Brown e Pink Gold.

Huawei Mate 10 em Munique

A Huawei tem mostrado recentemente que está francamente bem humorada, com umas alfinetadas aqui e ali à concorrência que, agora sim, é directa, e depois de afirmarem num vídeo promocional que têm o verdadeiro A.I.Phone, acharam por bem apresentar o topo de gama da linha Mate 10, a icónica Porsche Design Edition, como… Mate X? Sim, um piscar de olhos bem maroto à amiga Apple e que se apresenta num corpo de cerâmica esbelto e luxuoso, para além de estar rodeado por um conjunto de acessórios que todos gostaríamos de ter.Huawei Mate 10 em Munique

Voltemos aos modelos que “humanamente” podemos comprar. Muito se falou do novo “triunvirato”: AI Engine, Kirin 970 e o primeiro processador Neural.
O avançado poder de processamento está bem patente nas 8x Core CPU + 8x GPU que melhoram a performance em 25% e a eficiência energética em 50%, o que se traduz num funcionamento mais rápido 20x que os adversários directos (note 8 e X).

O novo EMUI 8.0 está optimizado para todo este novo processamento artificialmente inteligente, ou seja, o primeiro smartphone do mercado que apresenta um avançado sistema de Machine Learning, com contextualização inteligente e optimização AI. Até a qualidade da conversação é melhorada também graças à Machine Learning.

Huawei Mate 10 em Munique

E que tal tecnologia 4.5G LTE, que faz com que este seja o primeiro do mundo a correr em 1.2Gbps? Inclusive, os 2 cartões SIM permitem velocidades 4G simultaneamente.
O novo Mate está equipado com GPS de Navegação inteligente, mesmo dentro de túneis, e tem certificação IP67 (contra poeiras e águas).

E a bateria? 30% mais que o Mate 9 que sempre foi um exemplo? Sim. O novo 10 promete até 2 dias em utilização normal. E quando precisamos de um Boost, lá temos o recarregamento ultra rápido e, claro, muito seguro. Este evento tem muitos momentos de picardia contra os adversários da Samsung e Apple o que não deixa de ser divertido.

Fotografia inteligente

Câmara dupla, dual ISP com 12MP RGB + 20MP monocromático com estabilização óptica OiS e 4×1 zoom híbrido.
Esta câmara tem uma espectacular abertura f/1.6, motion shooting, e detecção automática de cenários, inclusive em situações de pouca luz.
O processador aprende com as fotografias e é capaz de memorizar mais de 100 milhões de imagens e 13 cenas para adaptar a câmara de forma mais rápida. Chamam-lhe “Real time object recognition” e é algo de extraordinário num mundo que está sempre a tirar e publicar fotografias.
E quanto a selfies? Claro, existe o processamento AI selfie e AI Zoom.

Huawei Mate 10 em Munique
sdr

Experiência Inteligente

Os novos Mate 10 vêm de origem com Android 8.0 e EMUI 8.0, split screen, janela múltipla, one step shortcut, e o LinkedIn instalado com sincronismo com a nossa agenda de contactos.
E o som? Chega a qualidade Hi-Res áudio a 384k/32bit? Para mim, chega. Mesmo que a ligação 3,5mm (mini-jack) tenha desaparecido do corpo deste novo Mate 10, o que me deixa perplexo, pois é uma característica que apoio. Tenho bons auscultadores com fio, mas apenas uns sofríveis auscultadores wireless e não sei se estou à vontade para gastar três centenas de euros nuns Bose ou Sony para poder usufruir em pleno da qualidade áudio deste novo smartphone. Mas não se assustem, existe um cabo adaptador 3,5mm para USB-C. Mas lá se vai um ponto de honra. Assim como um outro ainda mais importante para o mundo Android: o Mate 10 não tem, repito, não tem entrada para cartão de memória. Entendam como quiserem, mas lá se vai uma das grandes, enormes vantagens para os modelos iOS.

Huawei Mate 10 em Munique

PC Mode

Esperava com alguma ansiedade o anúncio da parceria com a Moleskine, algo que surgiu em bastantes blogs na semana passada e sobre a qual também escrevi um post. Mas não aconteceu. Contudo, o coelho que a Huawei tirou do chapéu é bem mais interessante: que tal a comunicação directa do Mate 10 para o computador mediante um simples cabo? Um único cabo? Sim, é agora possível! Através de um cabo normal, “repetimos” o nosso telefone num ecrã fixo ou até podemos usá-lo como um teclado e touchpad por bluetooth. Tudo em modo virtual.

E tradução simultânea? Porque não?
A “AI Accelerated Translation”, algo que brilhou recentemente nas novidades Apple e Google, está também presente de neste Mate 10.

Muito vou ter de experimentar durante o periodo de análise. Mas uma coisa é certa, a Huawei deu um enorme passo em frente com esta nova gama Mate 10. Moderno, sofisticado, inteligente e preparado para o futuro, a gama promete juntar o útil ao agradável, num belo design e com cores que não deixam ninguém indiferente.

E preços?
Huawei Mate 10 de 4GB/64GB 699€ (modelo que não deverã ser vendido em Portugal)
Huawei Mate 10 PRO de 6/128 799€. (espera-se um pouco mais alto devido às taxas tão particulares)
O Porsche chega a mais de 1300.
É isto.

O VoiceBox foi a Munique a convite da Huawei

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Análises – reviews

Breves

Siga o VoiceBox, um blogue de João Gata