Sob o lema “vá de mãos livres”, este inovador guarda-chuva pode ser perfeito para algumas situações


Ora bem, como tratar este tema? O desejo de andarmos à chuva sem nos molharmos vem de longe. Existem até ditados e algumas anedotas, mas o que é certo, é que a água molha. Aliás, a água que garante a vida é também um enorme factor de destruição, desde a simples infiltração a uma enchurrada violenta. Como então evitá-la?

Existem vários conceitos de sombrinhas (ou guarda-chuvas). Já por aqui falei da OOMBRELLA, da KAZBRELLA e da AIR UMBRELLA (a minha preferida) e portanto, como se pode perceber, é um tema a que dedico alguma atenção. Perguntam-me porquê? Porque não convém molhar tecnologia e/ou papelada, geralmente coisas que me acompanham no dia a dia.

Por tudo isto sou bem capaz de estar “tagado” num qualquer grupo anti-chuva e recebo emails com o que a malta anda a fazer. Foi assim que me chegou a nova NUBRELLA com o slogan “Go hands free”.

A princípio julguei que se tratava de uma variedade de Nutella, mas depois li melhor e percebi que é a nova invenção do senhor Alan Kaufman que quer manter as mãos livres quando chove, sem a necessidade de ter de agarrar no cabo de um guarda-chuva.

Ora a Nubrella é toda uma armação que se coloca nas costas tipo mochila (ou para os entendidos em Fórmula 1, uma espécie de HANS) que guarda as várias partes que, uma vez puxadas para a frente, protegem a nossa cabeça e parte de cima do corpo e, atenção, também possibilitam alguma protecção lateral.

São várias unidades, podemos chamar lamelas, que garantem que o conjunto nunca se vire ou dobre com o vento. Aliás, são aerodinâmicas (aguentam ventanias até  60 km/h) e ventiladas (o vento entra e sai evitando a maior pressão).

Não é o design mais fascinante e está longe de ser prático, mas uma coisa é certa: para quem trabalha à chuva, pode ser um aliado importante como se vê no vídeo.

Se quiserem mais informação (ou comprar uma por cerca de 80€) podem visitar o site oficial clicando aqui.

Mas, Alan, não lhe chames guarda-chuva. Isto é uma capota.

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Estivemos lá.

IFA 2017

Siga o VoiceBox

QUAL O MELHOR SMARTWATCH 2017?

A ESTREIA EM DUAS RODAS

Vídeo da semana

https://www.youtube.com/watch?v=cRzmX32ThCQ