De forma simples, basta escolhermos o alvo e a capacidade da bomba para chegarmos a conclusões


Muito apreensivo com o estado do mundo e com o caminho que parece estarmos a repetir e que levou a duas destruições massivas da Humanidade num único século, tento perceber as dimensões de um conflito atómico ou nuclear ou termo-nuclear, agora que os norte-americanos viram a “sua” MOAB destruír parte de uma montanha afegã.

Hoje dei com um simulador em forma de um mapa mundo que nos oferece, visualmente, uma noção aproximada dos efeitos devastadores que uma denotação gigante pode criar na nossa cidade.

No nosso lugar no mundo.

Comecei com Lisboa e escolhi a maior bomba TESTADA made in USSR e que se chama “Tsar Bomba“, assim mesmo, em português e tudo.

Tem 50.000 quilos de explosivos e, largada em Lisboa, varria a cidade “mais cool da europa” do mapa.

Repararam no TESTADA? É que há uma por experimentar com o dobro da capacidade destrutiva.

Pior, levaria outras cidades, vilas, aldeias pelo caminho e, com o vento de feição, atravessaria parte de Espanha e quase que chegaria a Bordéus.

Não é bonito de se ver, mas aqui fica a legenda visual:

Querem saber os dados do impacto no terreno?

Mortes estimadas: 1,592,850

Feridos estimados: 658,560

E nas primeiras 24 horas quase três milhões de pessoas seriam afectadas pelas radiações de nível PSI 1.
Todos estes dados aumentam se escolhermos ver pelo método de transmissão aérea ao invés do impacto ao nível da água.
O site está aqui /nukemap/ e convido-vos a fazer uma experiência por mais pequena que seja. Digam também aos amigos e conhecidos que não estão “nem aí” para esta possibilidade.

Sumário dos resultados do “teste” em Lisboa:

 

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Add comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga o VoiceBox

QUAL O MELHOR SMARTWATCH 2017?

A ESTREIA EM DUAS RODAS

Vídeo da semana