MyCloud-1

Agora que em todas as conversas surge o tema cloud, há que reforçar a importância da segurança. Nunca como hoje houve tanto ciber-crime e a tendência é de aumento. Contudo, existem muitos utilizadores que não usam anti-vírus por soberba ou simples desconhecimento.
Não há grande coisa a dizer-lhes, quando me perguntam qual é o melhor e mais seguro serviço de cloud actual, para poderem guardar para lá umas quantas músicas e fotografias. Tenho ainda em mente uma troca de palavras com membros de um qualquer clã da Apple que se achavam imunes ao não utilizar qualquer tipo de protecção nos seus Mac, que pensam estar protegidos contra qualquer maleita (tenho também um Mac, mas super protegido).
.
Contudo, existe a outra mais de metade de utilizadores que, a cada dia ou alarme que passa, têm cada vez mais receio em utilizar as cloud. Não confiam nelas por diversos motivos e, muito cá para os meus botões, não consigo deixar de lhes dar alguma razão. Quem afinal controla as cloud? Quando forem abaixo por qualquer motivo, quem ou o que me garante que consigo reaver os meus dados? Muito simplesmente, basta ouvir algumas exposições de utilizadores: raros são os que se sentem totalmente confortáveis com as suas contas. Eu próprio já fiz algumas experiências e a última correu mal. Aproveitei uma cloud que oferece 50GB de espaço e, num repente, ao escrever a password, esta não foi aceite. Se consigo reaver a conta? Sim, mas nenhum dos seus dados. Vem lá descrito quando assinamos “o contrato”, mas nunca pensamos que nos acontece, certo?
mycloud
Descodificando o NAS. Não é um bicho papão.
.
Sou por isso um grande defensor de uma solução doméstica (ou profissional) em formato NAS (podem ler a wikipédia). Hoje em dia, os NAS têm vários formatos e capacidades, a preços que julgo bastante aceitáveis (mesmo com a problemática da nova taxa/imposto inventada por umas cabeças atrasadas, pelo menos 30 anos). Um NAS é, simplificadamente, uma caixa bonitinha com um disco (ou dois ou mais) rígido lá dentro. São servidores de rede e podemos instalá-los muito facilmente, ligando-os ao nosso próprio modem, para lhe acedermos com qualquer outro equipamento.
.
E como sei que “NAS” e “servidor” e “rede” sugerem a muitas pessoas um determinado mundo que só os informáticos entendem, digo-vos muito simples e objectivamente que é muito mais fácil do que parece. Pensem, por exemplo, numa PEN que tem umas fotografias. Para vê-las no computador, basta inserir a PEN para ela surgir como drive externa. Depois só temos de lhe carregar para abrir o conteúdo. O mesmo se passa tal e qual com um NAS, com a vantagem que não é necessário estar sempre a ligar ou desligar do computador, pois está sempre disponível através do nosso Modem, ou seja, na nossa… rede. E é um servidor de conteúdos. Como se vê, bem simples, concordam?
.
MyCloudSoftware_689
.
A solução WD My Cloud
Uma bonita e leve caixa branca esconde um disco que pode ter capacidade de 2 a 6TB, mais que suficiente para uma utilização normal. É compatível com Windows e OSX, Android e iOS e basta ligá-la à corrente e ao modem, através de um cabo ethernet. Aliás, é esta extrema compatibilidade com a totalidade dos sistemas operativos que faz com que a linha My Cloud seja mais útil que a linha My Book (do mesmo fabricante).
.
Instalá-la demora poucos minutos. Basta visitar os sites wdmycloud.com / wdmycloud.local para Mac ou fazer o download do software My Cloud directamente do site oficial. Depois é só seguir as instruções, digitar o username e a password, e escolher quem pode ver aquele ou aqueloutro ficheiro ou pasta.
.

Depois disto, e como num passe de magia, o My Cloud surge em todos os computadores, tablets e smartphones que estão ligados à rede (sim, também por Wi-Fi através das Apps). É compatível DLNA e tem ainda uma ligação USB 3.0 para receber mais ficheiros ou permitir que eles sejam também movimentados através da rede. É ainda compatível com o iTunes e Time Machine para quem tem Apple. Para quem acede via smartphone ou tablet, através das Apps próprias, o limite de utilização é apenas aquele provocado pelo aparelho que usamos e sim, a Apple não é tão democrática quanto o Android, principalmente em relação a streaming de vídeos. Por outro lado, as apps são compatíveis com os serviços cloud mais usados, e é fácil a interligação com o nosso Dropbox e Googledrive, por exemplo.

.

My-CloudE para ver conteúdos na TV?

.

Esta é uma das funções mais procuradas por quem usa um sistema NAS, poder encher o disco com vídeos, músicas e fotos. Mas como vê-los no grande ecrã? Das duas uma: quem tem um LCD moderno, reparará que tem uma ligação ethernet, ou seja, pode ligá-lo ao Modem. Como o WD My Cloud está ligado a esse mesmo Modem, tudo fica “emparelhado”. Quem tem um TV mais antigo, terá de comprar uma caixa que sirva de “descodificador de sinal”. Há muitas no mercado e os preços variam consoante as aplicações que trazem incorporadas.

.

Por exemplo, os meus dois televisores não possuem entradas ethernet. Tenho uma WD My TV ligada à TV da sala e uma Asus O’Play (já antiga) ligada por USB ao TV do quarto. Basta ligar às caixas um disco rígido externo ou uma PEN USB para poder ver qualquer ficheiro no TV. Mas, com a ligação Ethernet, posso ligar a rede a cada caixa e assim aceder a tudo o que tenho guardado no NAS da WD. Fácil?

.

Podem perguntar como é que ligo o cabo Ethernet do quarto ao modem que está na sala: muito simplesmente através da corrente eléctrica, usando dois Powerline da DEVOLO. Muito, muito simples.

.

Conclusão

Extremamente rápido, este WD My Cloud satisfez todas as minhas necessidades. Inclusive, consegui debitar informação vídeo para dois televisores, simultaneamente. Um filme em cada um, o sonho de qualquer família. O preço pedido é mais que ajustado para uma caixa branca que parece um livro, bem construída e com um design muito simples. Apenas um led luminoso (muda de cor consoante o estado da rede ou do equipamento) mostra que estamos perante uma lombada tecnológica. Este modelo de ensaio tem 2TB de capacidade. É muito filme, documento, fotografia e música. Para além de um NAS, este My Cloud é a nossa nuvem privada para onde podemos fazer backups de toda a informação dos tablets, computadores e smartphones.
PVP: 160€

 

Na versão com 1 disco, podemos escolher capacidade de 2, 3, 4 e 6TB. Na versão com 2 discos, essa capacidade chega aos 16TB.

.

(ver mais características aqui)

João Gata

Começou em vídeo e cinema, singrou em jornalismo, fez da publicidade a maior parte da vida, ainda editou discos e o primeiro dos livros e, porque o bicho fica sempre, juntou todas estas experiências num blogue.

View all posts

Análises – reviews

Breves

Siga o VoiceBox, um blogue de João Gata